A Importância dos PaisÉ sempre bom chegar a um entendimento com os seus pais. Gurdjieff costumava dizer: “A menos que você esteja em boa comunhão com seus pais, você perdeu a sua vida.”

Se alguma raiva persiste entre você e seus pais, você nunca se sentirá à vontade.

Onde você estiver, você se sentirá um pouco culpado. Você nunca será capaz de perdoar e esquecer.

Os pais não são apenas um relacionamento social, pois foi deles que você veio.

Você é parte deles, um ramo da árvore deles. Você ainda está enraizado neles.

Quando os pais morrem, morre algo muito profundamente enraizado dentro de você.

Quando os pais morrem, pela primeira vez você se sente sozinho, sem raízes.
Assim, enquanto eles estiverem vivos, faça tudo o que puder para que uma compreensão possa surgir e você possa se comunicar com eles e eles possam se comunicar com você. Assim, as coisas se ajustam e as contas se encerram, e, quando eles deixarem o mundo – e algum dia eles deixarão – você não se sentirá culpado, não se arrependerá e saberá que as dificuldades se resolveram.

Eles ficarão felizes com você, e você ficará feliz com eles.

Anúncios